Segunda, 29 Novembro 2021 13:56

Esperança

Escrito por
Vote neste texto
(4 votos)
O luar cor de prata emoldurado desse céu azul-profundo
Espalha sua luz quieta sobre a noite da cidade dormente
Nessas noites que abrigam os mistérios desse único olhar
E esconde na clara eurritmia, uma inescondível melancolia
Quais suspiros célicos e límpidos, são salmos desta prece
Para ventar os cabelos da amada, que eu quero acariciar
 
No calor de cabalísticos segredos ou na paz deste verso
Estico as asas para mergulhar nesse céu de ares revoltos
O coração errante do poeta responde com sorriso algente
Ó virgem lacrimosa, pousarás o teu beijo em minha boca?
Quando não estás e sinto o amargo da saudade que vem
Darás a este teu vassalo, o sabor de teus lábios fugidios?
 
Admiro o luar, ora azul lá fora, na espera da tua chegada
Quem poderá depor se já é tempo das horas mais calmas
O céu é o céu, minh’alma que muda a passo de teu olhar
Por vezes está em festa, enfeitada, cheia de bandeirolas
Noutras anoitece atroz, tal um frio deserto sem emoção
Nessas noites vãs, cada estrela é um ponto de esperança

 

Lido 284 vezes Última modificação em Terça, 30 Novembro 2021 16:48

Mais recente de Sergius Dizioli

3 comentários

  • Link do comentário Sergius Dizioli Terça, 30 Novembro 2021 20:24 públicado por Sergius Dizioli

    A interpretação está quase boa... O certo é "tem a ver com pulsação" ou é "se refere a..."?
    Mais, você está com fome Tom? Andou comendo a pontuação no final das frases e comeu o "r" em Ele queR que...
    Não está ruim não, mas falta atenção.

  • Link do comentário Thomas Ridpert Terça, 30 Novembro 2021 20:17 públicado por Thomas Ridpert

    Boa noite Sergius.
    Ele sente falta de alguém que não está ali, mas parece que já é tarde, então ela não virá ou ele acha que não
    Eurritmia tem a ver com a pulsação e célico com o céu
    Ele que que ela o beije
    As estrelas

  • Link do comentário Sergius Dizioli Segunda, 29 Novembro 2021 14:16 públicado por Sergius Dizioli

    O poeta observa a luz da lua enquanto espera por alguém:
    Dizer
    - ele sente falta de qualquer um?
    - digam sobre eurritmia e célicos
    - o que o poeta quer mais?
    - Se humor é sempre igual todas noites?
    - O que lhe dá esperança?
    Resposta na próxima aula....

Entre na Casa da Poesia para comentar