Aplicado o filtro por Data: Março 2017

O que é ser elegante?

Recorrente depois de tantos textos e compartilhamentos?
Atrevo-me a reescrever sobre Elegância.
O que é ser elegante?
“A Educação enferruja por falta de uso,” é uma frase atribuída ao pintor francês, Henri Toulouse Lautrec (1864-1901), a quem também é atribuída a autoria de um texto magnífico sobre boa educação alinhada com elegância. O artista se inquietava com o assunto no final do século dezenove.
Hoje em pleno século Vinte e Um, percebe-se que o assunto é tão ou mais atual e nos chama à reflexão.
Começando por uma frase do texto de Lautrec que assegura que “sorrir é sempre elegante e faz bem para alma”, é por aí que vamos caminhar de mãos dadas com algumas palavras.
Elegância não tem idade, nem classe econômica que possa se arvorar como dono absoluto desta qualidade.
É coisa que mora dentro. Vem com o seu gesto de carinho, com a palavra solidariedade.
É atitude impregnada de respeito em todos os poros. Respeito pelas ideias do semelhante. Ah amar o outro como ele é! Quanta elegância!
Reverência pela natureza. Boa educação no transito. Pela atitude de não corroborar com o silencio dos covardes diante da pedofilia, da exploração sexual e de tantos males que afligem a civilização, principalmente atingindo as minorias e os mais fracos.
Tem a ver com a tolerância na medida certa.
No ato de abortar a fofoca fútil, que é sempre inútil.
É sim elegante saber usar talheres em uma recepção, mas muito mais elegante é ser simples quando a ocasião requer. Usar um único talher quando o anfitrião não tem outras, saborear a sua iguaria como se banquete fosse. Ele nem de longe pode sentir-se humilhado.
Elegante é ouvir mais do que falar. É olhar nos olhos do seu interlocutor. É baixar a voz quando alguém lhe agride para trazê-lo à realidade simplesmente com a sua atitude.
A gentileza é a essência da elegância. Generosidade é sua porta de entrada. O sorriso é a sua assinatura.
Como bem afirmou Talousse ,há tempos atrás “ joias, dinheiro, sobrenome não substituem elegância de gestos. “
Aliás, a elegância de comportamento nunca sai da moda. É grife das mais renomadas.
Use e abuse!

By MLK

Publicado na categoria: Coluna da Maria Luiza