Sexta, 12 Novembro 2021 07:44

Você nunca vai fazer 28!

Escrito por
Vote neste texto
(2 votos)

            Hoje estamos aqui para falar sobre a fatalidade que atingiu diversos artistas da música, quase todos de carreira consagrada e promissora, ao chegarem a idade de 27 anos.

             Na mais recente, há poucos dias atrás, o país ficou consternado com a morte de Marília Mendonça, estando apenas às vésperas dos 27, uma já bem sucedida e ainda promissora cantora do sertanejo popular caracterizado pelas letras inspiradas em desacertos nos relacionamentos e sofrimento, que ficou conhecido como "sofrência".

             Não me cabe aqui tecer qualquer consideração sobre o gênero musical dos musicistas envolvidos nesta história e nem abordar fatos de sua vida particular e pessoal. A ligação que se faz entre eles é exclusivamente a "coincidência" (será que existe essa palavra fora dos dicionários?) da idade que estes tinham quando morreram.

             A revista SUPERINTERESSANTE - conhecida pelas pesquisas sobre fatos inusitados - no ano de 2011, fez uma matéria que tem como título: "A velhice começa aos 27 anos". Verdade ou não, mais uma vez o número 27 aparece em uma discussão. Porque teriam dito 27 e não 30 como usualmente se costuma fazer? Dizemos "a vida começa aos 40"... não 39 ou 41 - é possível alcançar a ligação?

             Assim mostramos que há estabelecida uma aura fatalista sobre a idade de 27 anos que talvez vocês nunca tenham imaginado qual a proporção.

             Antes de prosseguir - já que o tema é a morte aos 27 anos de artistas promissores e já consagrados - irei fazer uma lista com nomes, atividades, respectivos gêneros musicais e a causa da morte, desses que morreram com essa idade. A lista foi elencada sem qualquer ordem de privilégios para os indicados, apenas obedecendo à minha própria memória, pelo quê, a lista nem é numerada...

 

Nome
Atividade
Gênero
Causa mortis
Robert Johnson
cantor, comp., guitarrista
Blues/Jazz
Causas incertas
Marília Mendonça (26)
cantora e compositora
Sertanejo
Queda de avião
Brian Jones
multi-instrumentista
Rock (Stones)
Afogamento na piscina
Jimi Hendrix
cantor, comp. guitarrista
Rock/Blues
Asfixiado/vômito ao dormir
Janis Joplin,
cantora, compositora
Rock/Blues,
Overdose de heroína;
Jim Morrison
cantor e compositor
Rock (The Doors)
Insuficiência cardíaca
JM Basquiat
cantor, pintor, grafiteiro
Hip-Hop (Gray)
Overdose de speedball
Kurt Cobain
cantor, comp., guitarrista
Rock (Nirvana)
Causa desconhecida (suicídio)
Amy Winehouse
cantora e compositora
Jazz/Soul/R&B,
Intoxicação alcoólica
e pelo menos outros 50 músicos menos influentes, entre eles Alexandre Levy, Evaldo Braga, Pete Han (Badfinger)...

 

            De todos eles a história mais pitoresca vem dos EUA com um dos maiores bluesman (alguns dizem jazzista) urbanos: Robert Johnson. Sua história deu ensejo a diversos filmes, inclusive um com o eterno Karatê-Kid Ralph Macchio em que aborda numa cena a disputa de solos de guitarra com o diabo (Steve Vai) em Crossroads (1986).

             Robert seria na vida real (dizem) o verdadeiro protagonista dessa cena de disputa de solos de guitarra com diabo, no cruzamento das Route 61 e 49. A Route 61 sai de New Orleans, passa por Nashville, Memphis entre outras e vai a Chicago, a 49 vai de norte a sul dos EUA. Nesse cruzamento Johnson teria vendido a alma ao diabo em troca de ser o maior bluesman dos EUA - e foi. Todas suas músicas falam do capiroto, porém rebelou-se aos 27 anos e teria sido morto em condições ignoradas em virtude de romper o pacto.

            A revista Billboard, uma das duas mais famosas revistas do mundo sobre música (A outra é a Rolling Stone) que elabora uma lista de top 100 de todo o mundo, entrou nessa discussão, tentando desmistificar esse estigma dos 27 anos e escreveu um bem humorado texto para propaganda de uma seguradora - com pitadas de ironia e sarcasmo - onde a morte seria quem fala aos leitores. Chama-se "Você nunca vai fazer 28!" Veja alguns trechos:

 "Oh, agora vocês falam de uma maldição dos 27 anos. Misturam teorias conspiratórias, buscam explicações na numerologia, apelam para a astrologia. Então, eu levaria Jim Morrison e Jimi Hendrix pelo simples fato de que eles nasceram sob o signo de Sagitário? Poupem-me!
Mistificar o simples é algo tão humano que me traz uma sensação rara: sorrir. Resolvi, portanto, dar algumas respostas. Não é isso que vocês vivem procurando?
.....................................
Tive muito trabalho nesse tempo. Levei grandes do reggae, Elvis - o rei do rock, pelo menos uma dúzia de rappers, o menino Lennon e Michael o maior ídolo pop de todos os tempos. Eternizei lendas, marquei seus lugares na história. E aí, vem a tal maldição dos 27 com Kurt Cobain. Sério? 
 
             Com isso a morte quereria dizer que leva qualquer um e que os 27 anos é apenas uma coincidência e uma ilação risível dos humanos (nós). A morte diz, ainda, nesse anúncio de seguradora que ela ao ouvir certas letras das músicas dos falecidos, interpretou que esses a estariam chamando e pedindo para serem levados. (Veja inteiro https://www.putasacada.com.br/voce-nunca-vai-fazer-28-billboard/).
 
             Esta coluna vem para levantar um pouco o véu de tristeza que assola os fãs de Marília, pois de uma ótica mais séria e espiritualista, esta teria cumprido sua missão: para ela cantar, era levar esperança a corações femininos feridos, empoderar as mulheres - sempre obstadas pelo machismo e mostrar que elas podem (e de fato podem e devem) ocupar os espaços em todas as atividades.
 

             Todavia a busca de respostas de porquê aos 27 haverá de prosseguir, ainda que como esperamos ela tenha sido a última da lista:

- tudo isso foi fatalidade ou coincidência?
- qual a mística que haveria sobre o número (reduzido a um dígito é 9, o número final);
- se fosse o fim de uma missão qual teria sido a dos demais mortos?
 

             São questões que seguirão sem resposta, povoando o imaginário dos fãs de cada artista que partiu e certamente a todo leitor, eis que já deixo a pergunta: porque aos 27?

Lido 77 vezes Última modificação em Sexta, 12 Novembro 2021 14:04

Deixe um comentário