Segunda, 12 Abril 2021 13:09

"A tarde estava quente..."

Escrito por
Vote neste texto
(1 Voto)

A tarde estava quente.

Eu caminhava absorto; minha alma triste.

Percebia que os caminhos do pensamento não são iguais aos caminhos por onde se pisa...

Por mais que me esforce no passo seguinte, um caminho não volta tem que ser seguido, pensado.

Tem que ser realizado...

De tanto excluir minha ansiedade no dia de amanhã, não me dava conta que o hoje passava sem a minha presença.

Nesse caminho, já cansado, procurei abrigo em uma frondosa paineira, cuja sombra era mais que um convite, era um fisgo...

Acho que permaneci ali um tempo...

O suficiente para ouvir alguns conselhos. Não sei se da minha consciência ou de estórias que eram contadas pelo sopro do vento...

Não as identificava como minhas, então percebi que se tratava de pensamentos cruzados (como linha telefônica cruzada, de antigamente, claro!)

Havia dois sinais nítidos: Um que dizia coisas incompreensíveis (essa ligação certamente não era para mim) e outro, que ao repetir meus pensamentos parecia dar sentido ao tema que completavam minhas indagações, meus medos, minha ansiedade, minhas esperanças...

Ouvi que amar de forma incondicional é um problema, pois, ninguém que é amado dessa forma corresponde ao amor que lhe é destinado.

Então alguém me disse baixinho, que não era verdade porque quem ama incondicionalmente nada espera, ama...!

Esperar e escolhas não são incondicionais; se não é amor, pode ser paixão, mas não é amor!

Discordei também porque amar incondicionalmente é algo que só pode ser possível por alguém divino!

E então mais uma vez o vento soprou trazendo uma chuva de pétalas de flores com um aroma excepcional e aquele aroma me dizia que incondicional é o amor e não quem ama...

Um aroma de pétalas não se compara ao amor, mas a sua essência é comparável a quem se ama.

A essência não escolhe a quem a ama é escolhida onde assenta...

Não escolhe assento, esparge, faz-se sentir... doa e alimenta a vida.

É como um lugar de onde um dia partistes e foi acolhido, e que ainda podes sentir a sensação e o aroma daquele amor que incondicionalmente lhes foi dado pelo colo materno que um dia te acolhestes...

Então, descansado, emocionado e agradecido segui meu caminho sem olhar para trás com a sensação da presença da pureza das almas que por ali e por aqui ajudam a quem busca reconhecer que só existe uma saída para a felicidade dos homens: "O amor". "Incondicionalmente".

"Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei" "Jesus Cristo"

Lineu Mattos

11/12/2016

Lido 70 vezes

Deixe um comentário