Sexta, 11 Março 2022 18:49

Estudo

Escrito por
Vote neste texto
(1 Voto)

Estudo

Rasgo o verbo nas

palavras ocultas

do pensamento.

Descreve toda cena

diante do olhar alheio,

aos movimentos retilíneos uniformes.

O letramento é o sinônimo que existe

entre a prata e o ouro.

E ficará reservado no

espaço destinado as emoções.

A escrita é sequência do DNA

primitivo na primícia humana.

O verbo o sujeito a escolha

perfeita do predicativo.

A soma é transitória, o cosseno

invade as laterais algoritmia das palavras

jamais dita.

O caderno é quadriculado, pautado,

brochura ou espiral.

O quadro negro não tão negro.

Um jaleco branco, um fichário, uma caneta

o lápis exposto à mesa.

O verbo é o sinônimo da vida.

Vida em abundância.

MIF- 11/03/22

Lido 149 vezes Última modificação em Sexta, 11 Março 2022 19:10
Mais nessa categoria: « ALMA DE POETA BAZAR DO DESTINO »
Entre na Casa da Poesia para comentar