Quarta, 20 Outubro 2021 00:57

Escada para o céu

Escrito por
Vote neste texto
(3 votos)
Alguém poderá adivinhar os planos da consciência do universo
Quais pensamentos e axiomas coordenam o curso dos planetas
Almas em desequilíbrio não pode aferir todas as possibilidades
Que se ocultam detrás das colunas que sustentam este mundo
A resposta não virá das trombetas douradas de belos arcanjos
Um dia a morte devolverá o espírito pleno que o corpo limitou
Então tudo se fará intenso, curado das tempestades cinzentas
Das vidas sem cor, das esperanças sem som, do sono perpétuo
O poeta poderá, desse modo, alimentar os sonhos quais deseje
A moça morena e seus braços à mostra, poderá cantar faceira
O tempo se dissolverá e não se terá nenhuma pressa para nada
Bem na próxima esquina, fica a escada que leva para o paraíso
Que um dia certa canção cantou. Eu, vou bater as asas, partir
Voar na direção a luz, grato de brilhar e sem lembrar quem fui
Lido 85 vezes Última modificação em Quarta, 20 Outubro 2021 01:05
Mais nessa categoria: « Cavalos de Fogo Gestos »

Deixe um comentário