Sábado, 20 Fevereiro 2021 10:09

Tua ausência

Escrito por
Vote neste texto
(1 Voto)
Tua ausência Site Pixabay

Tua ausência

 

O desejo transpirando em meu ser

Lançando pra bem longe essa tristeza

Levando-me a mergulhar no crucial sentido desta existência.

 

Foi procurando, que eu te encontrei

Nas perpétuas contradições incrustadas do ser

Ser que agora nega-se a revelar-se em tua ausência.

 

Recupero da minha memória

Tuas sábias palavras:

Somos seres em contínua busca. Sem muitas transformações.”

 

Cuidadosos são os meus passos

Na doce solidão vou me adaptando

Em tua ausência, me torno ausente.

 

A nossa comunhão nos fez fortes

Quero senti-la ao menos por um instante

O esperado momento de manifestação do puro Amor.

 

Delicioso aquele beijo Cujo gosto doce, ainda sinto

Teu corpo parece ainda presente em minha vida

E, quando acordo Percebo que não estás mais aqui.

 

Lido 130 vezes Última modificação em Sábado, 20 Fevereiro 2021 10:17

1 comentário

  • Link do comentário Angela Lazzari Sábado, 20 Fevereiro 2021 10:33 públicado por Angela Lazzari

    Parabéns, poeta! Ausências por vezes são necessárias, para que a verdadeira presença se faça constante! Gostei do que li! Abraços.

Deixe um comentário