Sábado, 05 Dezembro 2020 16:12

Estranho de mim

Escrito por
Vote neste texto
(2 votos)

 

Enquanto eu não encontrar

o estreito caminho

que me conduz

qo mais íntimo do meu ser;

Enquanto eu não for capaz

de dialogar comigo mesmo

encarando os meus fantasmas

dando nome a cada um;

Enquanto eu não me reconhecer

um ser em construção

banhado de imperfeições

e não encontrar em mim

o desejo visceral

de ser melhor a cada dia,

serei um estranho de mim mesmo.

 

Lido 116 vezes
Mais nessa categoria: « AMOR CONCRETO AMOR AMEI DEMAIS »

2 comentários

Entre na Casa da Poesia para comentar