Quarta, 02 Dezembro 2020 18:36

À Deriva...

Escrito por
Vote neste texto
(1 Voto)

No gélido mar de meus pensamentos,

Encontro-me navegando.

Cruzando um oceano de incertezas,

Diante de uma nau sem leme.

 

Vagando por um convés vazio,

Olhando e fitando as estrelas a cair.

Desejo de nós...

 

Na cama aquecida por teus sonhos.

Reluzente ainda esta nossa presença,

Ganhando forças para ficar,

Acumulando os prenúncios de uma vida.

 

No mar alto de nossa paixão,

Nas condolências do dia a dia,

Reforço nossos laços.

 

Vivo a grandeza de nossa existência,

Sinto o furor de nosso Amor.

Cálido rubor em minha face,

Retomo meu rumo! Você...

Lido 115 vezes Última modificação em Quarta, 02 Dezembro 2020 18:40
Entre na Casa da Poesia para comentar